Halo Infinite poderá ser lançado por partes, se fizer sentido

Phil Spencer diz que essa possibilidade será investigada.

A 343 Industries e a Microsoft continuam a trabalhar em Halo Infinite para que seja uma experiência verdadeiramente épica e digna do nome da série, mas também sabem que existe fome por este jogo.

Gerir a expetativa dos seguidores de Halo e desenvolver o jogo para que esteja na sua melhor qualidade é um equilíbrio sensível, que poderá incentivar a tomada de medidas nunca antes vistas na série, como lançar em separado a porção singleplayer e a multijogador.

Antes de adiar Halo Infinite para 2021, a Microsoft e a 343 Industries conversaram sobre a possibilidade de lançar Halo Infinite por partes, mas optaram pelo adiamento. No entanto, essa decisão ainda está na mesa.

Em conversa com o Kotaku, na mesma entrevista na qual disse que não precisa da PlayStation para recuperar o investimento feito na ZeniMax, Phil Spencer deixou em aberto a possibilidade de lançar o singleplay de Halo Infinite antes do multijogador.

“A Bonnie Ross e a equipa vão tomar essas decisões,” disse Spencer quando questionado sobre lançar a campanha de Halo Infinite num momento diferente da vertente multijogador.

“Mas penso que queremos ter a certeza que as pessoas sentem que têm uma experiência Halo. Penso que podemos olhar para opções como essa,” disse Spencer sobre o que está a ser discutido para o jogo.

“Por isso sim, é algo no qual pensar, mas queremos ter a certeza que o fazemos como deve ser.”

Não te importarias em receber primeiro a campanha de Halo Infinite se estiver pronta primeiro que o multijogador?

Share

Leave a Reply