Novos Banjo-Kazooie ou Conker dependem da Rare

Phil Spencer diz que a decisão é do estúdio.

Recentemente, a Rare Studios ajudou a Dlala Studios a ressuscitar Battletoads e as reações foram muito positivas, o que poderá incentivar o estúdio a acordar outras das suas aclamadas propriedades.

Banjo-Kazooie e Conker’s Bad Fur Day são clássicos que não largam a mente de quem os jogou e acompanhou ao longo dos anos, mas Phil Spencer não assume a responsabilidade de forçar a Rare a fazer seja o que for, especialmente porque o estúdio adora criar coisas novas, como Sea of Thieves e Everwild certamente comprovam.

Numa entrevista com o Kotaku, na mesma em que afirmou que não precisa da PlayStation para recuperar o investimento na ZeniMax e que lançar Halo Infinite em duas partes ainda é uma possibilidade, Spencer foi questionado sobre se a Rare voltará a essas propriedades e diz que a decisão é do estúdio.

“Deixo para os estúdios a decisão das coisas nas quais querem trabalhar. Tenho imenso respeito pela Rare e o trabalho que fazem. Gostam de construir novas coisas e tiveram sucesso com Sea of Thieves. Penso que estão mesmo entusiasmados com Everwild.”

“Mas a reação a Battletoads foi boa. E penso que a Dlala fez um bom trabalho no jogo. E penso que é sempre um equilíbrio. A minha caixa de entrada está repleta de ‘Deixa todos os estúdios criarem uma nova propriedade intelectual’ e também de ‘Porquê é que não trazes de volta Crimson Skies e Blinx?'”

Gostarias de ver os clássicos da Rare em novas versões ao estilo Remaster HD ou em novos jogos?

Share

Leave a Reply