Futuros jogos da Xbox Game Studios estão a ser desenvolvidos para dar privilégio à Xbox Series X

Após a Xbox Games Showcase, na qual a Xbox revelou grandes novidades do futuro da Xbox Game Studios, Aaron Greenberg voltou a reforçar a actual postura da companhia, que permitirá decidir aos estúdios se querem criar ports Xbox One dos seus jogos.

Recentemente, Phil Spencer, patrão da divisão Xbox, deixou uma mensagem no blog oficial da Xbox, na qual informa que todos os first-party da Xbox que chegarem nos próximos anos serão cross-gen, declarando que a companhia não te obrigará a comprar uma nova consola:

Não serás forçado a entrar na próxima geração. Queremos que cada jogador Xbox jogue todos os novos jogos da Xbox Game Studios. É por isso que os jogos da Xbox Game Studios que lançarmos no próximo par de anos, como Halo Infinite, estarão disponíveis e com boa qualidade na Xbox Series X e Xbox One.

Horas depois, em conversa com o GameStar, Spencer mudou o discurso e comentou que serão os estúdios a decidir o que é melhor para o seu jogo e que vão apoiar as suas decisões:

Por isso, penso que o que ouviste Matt Booty a dizer e o que os nossos criadores dirão é que temos uma visão para todos os jogos que estão a construir e a visão começa com o jogador, não no dispositivo. Se um criador vier ter connosco e disser ‘Não, eu querem mesmo focar-me na próxima geração’ para os seus jogos, estamos totalmente abertos a isso e vamos apoiar isso

No entanto, durante o evento de ontem, no qual foi confirmado que Halo Infinite foi construído de raiz a pensar na Xbox Series X, jogos como Forza MotorSport foram anunciados apenas para a próxima geração, enquanto jogos como Avowed e Everwild suscitaram confusão.

Os trailers de Avowed e Everwild referem apenas Xbox Series X e PC, mas as suas listagens na loja oficial da Xbox incluem a Xbox One, o que tornou a situação destes jogos confusa e quanto questionada pelo Kotaku sobre isto, um representante da Microsoft reforçou a segunda declaração de Spencer.

“Os nossos futuros jogos Xbox Game Studios estão a ser construídos nativamente para a Xbox Series X. Continuaremos a investir em ferramentas para os criadores converterem os seus jogos para várias consolas. Quais as consolas que cada estúdio/jogo suportará dependerá do que é melhor para o seu jogo e comunidade no lançamento,” disse o representante da Microsoft.

Esta mensagem reforça o que Spencer disse ao GameStar, mas contraria a mensagem inicial e oficial da Xbox, partilhada por Spencer na página oficial da companhia, no Xbox Wire. Aaron Greenberg decidiu comentar a confusão e reforçou mais uma vez a segunda mensagem de Spencer. Serão os estúdios a decidir o que querem fazer.

Os futuros jogos first-party são desenvolvidos primeiro para a Xbox Series X,” diz Greenberg.

“Não estou a dizer que esses jogos não serão lançados na Xbox One, apenas que estamos a Xbox Series X está na liderança e cada estúdio decidirá o que é melhor para o seu jogo/comunidade quando o lançarem.”

Parece que a mensagem oficial de Spencer inclui asteriscos.

To see this content please enable targeting cookies.

Share

Leave a Reply