79% dos jogos na E3 2019 são violentos, revela estudo

Um estudo conduzido na E3 2019 pelo GamesIndustry revela que apenas 21% dos jogos em exibição na E3 2019 estão livres de violência.

Os resultados do estudo foram publicados hoje e não procuram condenar a violência, mas mostrar que a indústria dos videojogos depende há muito da mesma mecânica: a habilidade de lutar e matar.

Foram contabilizados 239 jogos na E3 2019, dos quais 42 foram considerados como não violentos. Entre as conferências das grandes editoras, a EA foi a que conseguiu o maior equilíbrio, com 33% dos jogos apresentados a serem considerados não-violentos (graças aos jogos de desporto e a The Sims 4).

A Ubisoft teve um resultado parecido, com 31% catalogados pelo GamesIndustry como não-violentos. Para esta percentagem contribuíram jogos como Roller Champions, Steep (foram anunciadas novidades no pré-show) e a versão educativa Assassin’s Creed Odyssey: Discovery Tour.

A Devolver Digital teve 28% de jogos não-violentos (dois dos sete jogos apresentados). A Microsoft teve 10 jogos não-violentos apresentados em palco, que representam 24% do número total de jogos apresentados (51 jogos). Na posição seguinte está a Nintendo, com apenas 10% de jogos não-violentos.

Na Bethesda apenas houve um jogo considerado como não-violento: The Elder Scrolls Legends (foram apresentados 12). Mas é a Square Enix que tem a pior prestação neste aspecto, com 5% dos jogos a serem considerados como não violentos (esse jogo foi Circuit Superstars).

Os critérios em relação à catalogação de um jogo como não violento foram: o jogo não pode requerer ou encorajar a matar, não pode haver representação realista ou gráfica de violência (incluindo jogos com visual cartonesco como Luigi’s Mansion e LEGO Star Wars). Os jogos de estratégia em que dás ordens para matar também são considerados violentos.

Jogos de desporto como FIFA foram considerados não-violentos porque a violência não é intrínseca ou considerada necessária para ganhar. Por outro lado, jogos de desportos de combate – como boxe e wrestling – foram considerados violentos.

Publicidade

Share

Leave a Reply