Judgment removido das lojas após escândalo com actor Japonês

A SEGA decidiu parar o envio do seu jogo Judgment, conhecido no Japão como Judge Eyes, para as lojas e decidiu ainda removê-lo das lojas digitais.

Esta decisão da SEGA surge após um recente escândalo que envolve um actor que deu vida a uma personagem no jogo, Pierre Taki, que foi preso por, alegadamente, consumir cocaína, avança o Gematsu.

No Japão, as leis perante o consumo de droga são extremamente severas e se uma celebridade for apanhada a consumir qualquer tipo, todo o seu trabalho é removido dos olhos do público.

Perante este caso, a SEGA diz ter sido informada do relatório da polícia e está a confirmar os factos, no entanto, decidiu de imediato e por vontade própria remover o jogo das lojas digitais, parou o envio de mais unidades físicas para as lojas e até eliminou por completo todas as menções a Judgment no Twitter.

A companhia diz que mais tarde partilhará os seus planos definitivos.

Judgment está agendado para 25 de Junho no Ocidente e a SEGA ainda está a decidir o que fará em relação a esta versão. O seu lançamento poderá ser cancelado ou adiado, enquanto remove o personagem de Taki de Judgment.

Quando Yakuza 4 chegou ao Japão para a PlayStation 4 em Janeiro de 2019, a SEGA trocou o actor que deu vida ao personagem Masayoshi Tanimura após ter sido acusado de consumir cocaína.

1

Publicidade

Share

Leave a Reply